terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Cheira-me a esturro!

Ontem, mais uma “tragédia de faca e alguidar” protagonizada pela nossa maravilhosa comunicação social e o nosso não menos maravilhoso governo.

Será que o nosso “Primeiro” é assim tão burro que, em plena discussão do Orçamento de Estado, não tivesse nada mais importante para falar do que sobre o Sr. Jornalista e a sua dose de debilidade mental? Hummmm. Estranho….

Será que o nosso “Primeiro” é assim tão inocente que, depois do que se verificou com o caso “Manelinha-da-boca-grande”, se poria a falar mal de um conceituado jornalista de horário nobre, ali mesmo em pleno Restaurante da moda frequentado por "gente grande", achando que a conversa morreria por ali? Muito estranho…

E como será que o Sr. Jornalista "60 minutos", que anda nestas coisas da informação há tantos anos, não sabe como é que a crónica que o JN não publicou foi parar ao site do Instituto Camões!... Se calhar foi spam...


Hummmmm… Cheira-me a esturro!


E, como nem gosto de cheiro a esturro, e este blogue é mais virado para a música do que para a política, aqui fica um cheirinho a Grammy's.

Apesar da Beyoncé ter arracadado mais prémios do que merecia - e isso é apenas a minha opinião, que nem gosto do género - a minha categoria de eleição é o Rock. E nessa, para além dos fantásticos Green Day, Kings of Leon e outros quantos prémios muito bem atribuídos, houve um que tem para mim um gostinho especial...

Working On A Dream - Bruce Springsteen
Best Solo Rock Vocal Performance.

E só nós dois é que sabemos... o gostinho especial que tem! Ehehehehehe


Sem comentários: