sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

E assim vai o mundo, 27 dias depois!...

E pensam agora vocês: Olá, olá!!!! Há tanto tempo que não aparecias!!!

Pois. Eu bem vos disse aqui, no último post, que este Blogue deveria passar a chamar-se “uma-musica-de-vez-em-quando” em vez de “uma-musica-por-dia”.

É incrível a quantidade de coisas que acontecem em pouco mais de 20 dias – em 27 para ser mais precisa.

A terra tremeu no Haiti e deixou o mundo em choque. As imagens da devastação e do sofrimento cravam-se nas nossas cabeças. Políticas à parte, é bom constatar a onda de solidariedade gerada. Acende uma luzinha de esperança quanto ao futuro da humanidade… Dei o meu contributo. É que se todos fizermos um pouco, podemos ir muito longe.

Os homossexuais (finalmente!) já podem casar. Já se discutiu um orçamento de estado. Já houve lançamentos de gadgets novos – um tal de iPad, que é estranho, mas se calhar é como a coca-cola, que primeiro se estranha e depois se entranha…


Há greves e “manifs” por tudo e por nada (umas por “nadas” mais importantes que outras, mas enfim).

E, ao que rezam os jornais de hoje, até o Bin Laden está preocupado com o Aquecimento Global! Vejam bem… logo o Bin!!!!

A CREL virou um estaleiro novamente. Os dias ficaram visivelmente maiores, e já posso sair do escritório com (pouco) sol!

Os cinemas encheram-se de filmes novos – de comédias inteligentes, passando pelos “oscarizados”, até aos sucessos de bilheteira em 3D.

O Rock in Rio 2010 começa a delinear-se – embora as escolhas sejam, em minha opinião discutíveis… Shakira???? Rhiana???... Acho que vou mudar o lema para “Rock in Rio, eu NÃO vou!!!”, a menos que se confirmem os Snow Patrol e lhes juntem mais umas bandas interessantes…

Cá em casa, a minha piolha cresceu (já tem 8 anos!). O meu Amorido também - cresce para os lados, como eu!… Já comecei a dieta e voltei ao ginásio desenfreadamente, porque as festas acabaram com o meu visual, e quero chegar a Junho a poder desfilar os meus quinhentos mil biquinis no areal de Sesimbra, sem que os banhistas pensem que a Mobydick deu à costa portuguesa…

Já tive desentendimentos familiares (mas nem quero falar deles) e grandes provas de amor. Cada vez estou mais apaixonada e mais feliz!

E tudo isto em 27 dias!!!! Quem diria!!!

E esta música não poderia passar em branco, porque é também uma das minhas descobertas nestes 27 dias e… adoro!!!!

The Lengendary Tiger Man (que é como quem diz Paulo Furtado) com Maria de Medeiros. Uma “versão” ao estilo Tarantino… Muito bom!


sábado, 2 de janeiro de 2010

Melhor, é impossível!

Lá se foi o Natal e a Passagem de Ano, os doces, a família a encher a casa (e a deixá-la num caos) e todas as coisas boas que esta quadra nos trás. E, graças a Deus, também já lá vão as coisas menos boas das festas - como é o caso do corropio das compras e deste espírito brutalmente consumista, que tanto abomino. Deixei as prendas de Natal para o último dia - como aliás já é normal em mim. Comprei o que queria para os meus meninos (por cá, a regra instituída é que apenas as crianças têm presentes) e passei momentos muito felizes.

Foi o primeiro Natal e a primeira Passagem de Ano da nova família - eu, o meu Amorudo e as duas pirralhas! Juntaram-se a nós o meu pai, manos, cunhadas, sobrinhos... foi uma alegria!

Dissémos adeus a 2009, que foi sem dúvida um dos melhores anos da minha vida! A todos os níveis: dos momentos que passei com os amigos, à realização profissional, passando pela resolução de alguns "assuntos pendentes". Mas, principalmente, no Amor! Em 2009 fui mesmo muito feliz!

Por aqui, passei de "uma música por dia" para "uma música de vez em quando"! Ehehehe. Mas sinto-me bem com isso, e com as minhas ausências "bloguisticas", que são sempre por muito boas causas!

Não fiz planos, nem tomei decisões de Ano Novo. Quero apenas disfrutar de cada minutinho desta fantástica aventura que é a vida. Tenho projectos, é certo, mas tenho também a força para os concretizar!

Agora, resta-me receber 2010 de braços abertos. Aos meus amigos desejo o melhor: saúde, trabalho, sucesso e amor...

No que me diz respeito, que seja tão bom como 2009, porque... melhor é impossível!!!