sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O melhor destes 37 anos, são sem dúvida os meus amigos!

I'm turning 37, today!!....

O corpo não é igual. Ganhei muito em experiência e alguma coisita em quilos. Ganhei algumas rugas e, felizmente, quase nenhuns cabelos brancos. Ganhei muitas alegrias e outras tantas tristezas! E perdi a minha mãe – a quem devo a maior fatia daquilo que fui sendo ao longo da vida.

Nunca ganhei ao jogo, mas sem dúvida, ganhei ao Amor!!!

Por isso, hoje, não sou eu que estou de Parabéns. São todos os que fazem de mim o que sou!

Está de Parabéns toda a minha família. O meu pai – sem sombra de dúvida, o melhor Pai do mundo e que, com todos os defeitos e as suas muitas virtudes, é o meu modelo de vida! Os meus irmãos, que amo profundamente! Aliás, nem sei viver sem eles: sem as parvoíces e sentido de humor do S... ou sem os permanentes protestos e refilices do N, que contrastam com o seu enorme coração. Ou sem as maluquices e os miminhos do “caçula” D, na loucura dos seus 24 aninhos!

Estão de Parabéns todos os meus amigos. Porque todos são tão especiais, que transformam sempre este dia numa coisa lamechas e sentimental (...mas linda!).


Amigos de longa data - alguns por quase 37 anos! Muito em especial, a Sof (D. Rosa, entre nós), que agora também se tornou em família, desde que lhe “agarrei” o primo!… E a Pat ou a Kris, que estão sempre “aqui dentro”, mesmo que não falemos tanto quando gostávamos.

E amigos mais ou menos recentes, mas nem por isso menos importantes ou especiais, como a “Mustus”, a "Silvy", o João, a “Sininho”, ou o “Cannigia”... que acabam sempre por me comover nestas alturas!

E eu poderia deixar aqui uma música de Parabéns, mas é a vocês todos sem excepção, que hoje dedico o meu “miminho musical”!




Ahhhhh.... e, revelo-vos em primeira mão, os melhores presentes que recebi neste aniversário:

- O amor "mágico" do meu Amorudo. É que é meeeeeesmo mágico!!! Faz de mim a aniversariante mais feliz do mundo!

- Os Parabéns vindos da minha Piolha!... Ela está de férias com o pai, e eu estou morta de saudades dela... e foi o primeiro telefonema do dia, com muita emoção!


- Os Parabéns vindos da minha outra Pirralha (a filhota do meu Amorudo), pouco passava da meia-noite! É uma miuda fantástica, que me faz lembrar o que eu era quando tinha 15 anos!... Ela conquistou-me, definitivamente!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A penny for your thoughts

Foi esta expressão num blogue amigo, que me fez lembrar desta música!... É que sempre que ouço esta expressão, lembro-me dela. E o post do Mak nem tinha nada a ver.

Mas não resisto em partilhar convosco. Adoro este som! É o tal poder de "transporte" que a música tem para mim, e que me faz viajar através das minhas memórias e me faz reviver momentos especiais da minha vida.

Há pouco mais de um ano, estiveram por cá, os Marillion. Foi no Lisbon Calling 2008. Nesse dia, não tive oportunidade de os ver, pois eles abriram o concerto mas eu cheguei tarde. No entanto, nem por isso tive pena... É que os Marillion perderam a sua magia quando perderam o seu vocalista - o inimitável Fish.

Aqui fica uma das mais fantásticas baladas dos meus tempos de adolescente. Lavender.



sexta-feira, 21 de agosto de 2009

… E por falar em Ginásio

Eu adoro ir ao ginásio! Principalmente logo de manhã, para começar bem o dia.

Mas não gosto de aulas feitas à maluca com a malta toda aos saltos a fazer figura de descoordenados, com um monitor aos gritos que me enlouquecem. Ou daquelas em que parece que estamos todos a bater no ar – soco daqui, pontapé dali. Nem tampouco de máquinas doidas que nos fazem ganhar músculos ou trabalhar isto ou aquilo…

Gosto da passadeira!

Gosto de entrar no ginásio logo de manhã com o MP3 a bombar músicas cheias de ritmo, colocar a passadeira numa marcha acelerada e alguma inclinação (sem correr, que eu detesto correr) e pronto. Aí vai ela!

Abstraio-me do mundo durante 30 a 40 minutos, faço uns quilómetros (mais ou menos três ou quatro, dependendo do tempo que lá fique), queimo umas calorias. E sempre a seguir o ritmo da música, que eu não vivo sem ela! Não penso em nada. É muito relaxante. Depois, a muito esforço (e confesso que a maior parte das vezes me baldo) faço quatro séries de abdominais.

Sim, eu sei que para fazer apenas passadeira – ou seja, apenas caminhar – escusava de pagar um ginásio. Mas sei também que é assim que gosto! Maluca? Eu?? Sim, tenho alguma pancada!

E aqui fica uma das músicas que anima as minhas caminhadas!... é só seguir o ritmo!

Madonna - 4 Minutes

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Operação "Barriga-Killer"


Sinto-me assim (incluindo o bom humor à beira-mar)! O Verão é uma coisa f… ups!... Lixada!

Andei eu meses a fio (quase um ano, seguramente) a esforçar-me para perder os 15 quilinhos extra que “embelezavam” a minha silhueta há dois anos atrás, e agora, em pouco mais de três meses, estraguei tudo!

Pois é, entre Julho de 2007 e Abril de 2008 recuperei os meus 56 quilinhos, depois de um dia olhar para as minhas fotos de verão em bikini e pensar: “Meu Deus, sou uma foca!”

…E pronto, meti mãos à obra: adoptei alguns cuidados na alimentação, comecei a beber muita aguinha, e a fazer diariamente 30 minutinhos de marcha e uns quantos abdominais. Não foi nada drástico… mas aos poucos, fui recuperando a imagem que sempre me orgulhei de ter.

Agora, em pouco mais de três meses, ganhei quase metade do que perdi em dez! Não sei ao certo quantos quilos, mas o “bidon” que surgiu na minha cintura e no respectivo bum-bum não deixa margem para grandes dúvidas – estou novamente a aproximar-me da foca!

Ok, foi a época alta do caracol, do petisco e da cervejola, já para não falar nas loucuras da minha Sesimbra: bolas com creme na praia, farturas e waffles junto ao forte, gelados em buffet…

Mas agora, com o fim do Verão, está decidido: começou a Operação “barriga-killer”! Lá vem o ginásio, os cortes nos bolinhos, e tudo o mais.

Aposto o que quiserem que no Natal estarei outra vez no meu melhor!!!!


Pareço eu....

Sendo marketeer de formação e profissão, não resisito a um bom anúncio. Sou daquelas pessoas que gosta de ver boa publicidade - não, não se trata da injecção de 15 minutos de anúncios, na sua maioria ridículos, com que nos brinda a TVI ou a SIC entre cada programa!!! Eu gosto de ver é boa publicidade!

E gosto deste anúncio, em especial. Pareço mesmo eu, no "antes e depois" de conhecer o meu Amorudo...

Ainda bem que nunca pedi a ninguém que me batesse, ou estaria toda negra e rodeada de sacos de gelo!

O amor é lindo!... e demonstrá-lo, mais do que "piroso" pode ser ainda mais lindo!!!! E nunca é demais!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

TPM

Tenho para mim que o TPM é como o álcool. Isto, porque temos a estranha tendência para deixar aflorar o que de mais recôndito existe nas nossas cabecinhas de mulher.

É como se ficássemos “sem filtro”. Para o bem, e para o mal! É como quando se apanha uma valente piela, e se começa a beijar tudo o que é amigo, a dizer-lhes que os amamos de lágrima ao canto do olho. Ou, ao invés, se arma a maior barraca só porque aquele gajo que foi nosso colega de escola, e de quem nunca gostámos, olhou para nós.

Quanto o TPM ataca, sentimo-nos péssimas porque temos plena consciência dele e dos seus efeitos – ok, inicialmente, com o álcool não é bem assim - mas não conseguimos combatê-lo.

E é quando ouço (ou digo) aquela expressão mágica “Deixa lá, é do TPM!”, que me questiono. Sim, é do TPM, é certo. Mas é real. O TPM não põe coisas na minha cabeça! As minhas inseguranças não existem por causa do TPM. Existem porque, na verdade, as tenho. Escondo-as, mas tenho-as. Domino-as, mas existem lá no fundo. E são as minhas inseguranças que tenho de combater, e não o TPM.

Assusta-me errar e perder quem amo. Assusta-me o silêncio. Assusta-me a mudança... mas também me assusta a rotina. Assusta-me o futuro, mas é o futuro que mais quero construir. Assusta-me envelhecer. Assusta-me olhar para o espelho e ver que já não está lá a mesma miúda de 25 anos e 50 quilos. Assustam-me as mudanças no meu corpo, as rugas, a doença – e não é só a minha.

Não sou diferente da maioria das mulheres. Tenho inseguranças que, no fundo, nem sequer têm razão de ser. Mas só saem cá para fora uma vez por mês… depois, voltam para o fundo do baú da minha consciência. São só minhas.

E os homens??? Sim... os homens também têm inseguranças! Só que os homens não têm TPM!… Os Sortudos!!!


Man, I feel like a woman!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

O prometido, é devido...

Portanto, e como hoje é dia 17 de Agosto, cá estou eu de volta!

Para já estou a colocar o mail em dia, e a aproveitar este regresso nas calmas para actualizar a minha "cultura bloguista" - que é como quem diz, navegar por aí e actualizar-me na leitura dos meus blogues favoritos.

Quanto às férias, posso adiantar-vos uma coisa: como diz o Brian, "Those were the best days of my life"!!!!

Foram fantásticas e inesquecíveis. As primeiras com o meu "Amorudo", e com as duas "Pirralhas" mais lindas do mundo. E, claro, muita praia e muito sol!...


Sou uma sortuda!!!