domingo, 1 de março de 2009

Uma lição de vida!

Em certos momentos, todos temos tendência para fazer juízos de valor. Está-nos no sangue. É quase como um instinto, que nos faz rotular os outros, sem sequer sabermos porquê.

Basta uma conversa de café. “Tem cara disto ou daquilo”, “vive assim ou assado”, “fez não sei o quê, que eu não faria” – pensamos nós, na nossa ignorância mestra. E achamos que estamos sempre no direito de achar. Todos achamos sempre qualquer coisa, sobre qualquer pessoa.

E é tão errado achar! Achamos só porque sim. Na maioria das vezes nem dispomos da informação necessária. Não conhecemos as pessoas, os factos, a vida. E partimos apenas de uma primeira impressão para julgar alguém.

E depois é isto! A vida encarrega-se de nos dar uma lição e mostra-nos que achamos mesmo mal! E, por vezes, é muito agradável quando temos de dar o braço a torcer, e dar razão à vida.

Não podemos julgar alguém apenas pela camisa que veste – é que pode até ter escolhido mal a roupa nesse dia! Uma pessoa é, na realidade, muito mais do que a camisa que veste num dia. Uma pessoa é o conjunto das camisas que vai vestindo e despindo ao longo da vida. É o resultado da conjugação dessas camisas com tudo o resto que se cruza no caminho - calças, às vez mais bonitas e outras vezes nem tanto, casacos, os sapatos…

Uma pessoa é um conjunto. Porque nada existe por si só, e não somos apenas a camisa que vestimos, uma atitude que tivemos, um sorriso que demos ou um olhar que cruzámos. Somos o resultado de tudo o que se vai passando na nossa vida. Bom e mau. O resultado de tudo com quanto nos cruzámos, do que vivemos e do que aprendemos.

Todos somos uma história.

Hoje, a vida deu-me mais uma lição: vale a pena conhecer a história, em vez de querer inventá-la ou adivinhar-lhe o final.

Ahhhhh… e ainda me deu outra lição: há surpresas agradáveis!!!


"The Story", Brandi Carlyle



Esta música é uma repetição. Mas, hoje, faz todo o sentido!
All of these lines across my face
Tell you the story of who I am
So many stories of where I've been
And how I got to where I am
But these stories don't mean anything
When you've got no one to tell them to
It's true... I was made for you

2 comentários:

Trintão disse...

Parece que aprendeste uma boa lição. :)

*Me* disse...

Pois minha querida é assim não há como deixar de achar e "provar" para saber o que é na realidade.
Joka e que sejam sempre boas revelações.