sábado, 15 de novembro de 2008

Desistir (With Arms Wide Open!)

Desistir não significa perder. É apenas abandonar uma causa em que deixamos de acreditar.

É chegar a um cruzamento, e escolher um caminho em detrimento de outro, pelo qual teimávamos seguir momentos antes.

É que, muitas vezes, damos por nós a desperdiçar um mar de oportunidades, apenas porque errámos a nossa focalização. Focámo-nos no caminho errado e tentamos percorrê-lo a todo o custo, mesmo quando está diante dos nossos olhos que não nos levará a destino nenhum.

Mas, quando somos inteligentes, chegamos a um patamar em que paramos para pensar, analisamos o percurso, e desistimos.

Reconfiguramos o “GPS” para outra rota – um novo caminho que pode ser tão ou mais agradável que o inicial. Com melhores paisagens, diferentes vantagens, maior emoção.

E que estava ali. Pronto a ser descoberto. Basta explorá-lo!

Desistir é uma escolha. Até porque não é um fim, mas sim um começo… e nunca sabemos se a vida não voltará a colocar-nos na mesma estrada, um dia.

Porque VIDA é mesmo assim! Desistimos, insistimos, escolhemos... mas devemos sempre receber o que ela nos dá, de braços abertos

With arms wide open
Under the sunlight
Welcome to this place
I'll show you everything
With arms wide open
Now everything has changed
I'll show you love
I'll show you everything
With arms wide open



(adoro esta música, e toda a sua força!… É rock com quase 10 anos…)

Sem comentários: