quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Life sucks

Eu sou uma pessoa feliz, realizada... Basicamente, tenho (quase) tudo o que desejei: um emprego que adoro, colegas fantásticos, uma família maravilhosa, uma filha que é o máximo. O dinheirinho, mal ou bem, vai-me permitindo uma vida confortável. E amigos, tenho poucos... mas são tão bons!

Mas, às vezes, dou por mim a sentir-me terrivelmente sozinha. Olho à minha volta. Toda a gente tem uma vida, menos eu.

Todos têm as suas próprias famílias, as suas casas, os seus maridos/mulheres/namorados, os seus filhos... E eu sei que tenho um espaço de destaque nas suas vidas. Sei o que represento, e fico muito feliz por isso...

...Mas, e que vida tenho eu?

Todos os dias, saio do escritório com a imensa alegria de ir para casa ter com a minha Piolha, e viver com ela os momentos mais fantásticos que se podem viver neste mundo.

Mas depois são nove horas. A piolha vai para a cama dormir... e fico eu! Eu e o computador... e as tais "relações 2.0", que não preenchem o meu vazio.

E pior... amanhã é sexta feira e ela fica na escola... dou-lhe um beijo de bom fim-de-semana. Aí, mergulho outra vez nessa tal "solidão acompanhada"...

Life sucks!

Pois é... o que me vale é que tenho destas coisas poucas vezes!!!

E agora, uma música para "levantar o astral"...

1 comentário:

LetrasAlinhadas disse...

Sei perfeitamente do que falas, nem imaginas como sei...ainda assim temos apenas e só de ser nós próprios e sobriamente nos dedicarmos ao que gostamos de fazer e procurar novas motivações e interesses que ajudem a preencher esses trementos vazios, tão enfadonhamente aglutinadores, como buracos negros, até que se tornem em momentos unicos de refúgio terapeutico. Um beijo