quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Indecisões

Decididamente, sei muito bem o que quero!...

O problema, é não ter a certeza de que estou certa. É díficil, por vezes, o balanço entre o que se quer e o que deveria querer - o que está certo.

Decididamente, estou indecisa. E só porque quero....

***************************

Hoje vamos numa de fadinho... música "Tuga" ;)
Não deixem de ouvir este. É liiiiiiiindo!

Se ao menos houvesse um dia.wma - Camané

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Então? Ninguém vota?

Estou à espera...

24 visitantes desde que publiquei o "desafio" e ninguém quer deixar o seu contributo? Que falta de sentido de humor....

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O melhor e o Pior... mais um desafio!

Hoje, em mais uma daquelas "conversas de miúdas", discutíamos o que mais nos cativa nos homens. E divagávamos sobre o que (achamos nós) mais os fascina a eles - esta parte foi realmente díficil... apostámos no "bumbum, nas "poitrines" e nessas coisas nada óbvias.

Foi então que, incentivada por essa conversa e inspirada em alguns blogues que por vezes visito, resolvi hoje deixar-vos mais um desafio:


DESAFIO "O melhor e o pior"

Vamos eleger as duas coisas (apenas duas) que nos deixam completamente fora de nós, e em ambos os sentidos... e isto aplica-se a leitores e leitoras!

Basta que deixem o vosso testemunho (i.e. comentário) sobre
a tal característica que é como o Código Postal - meio caminho andado - e a outra que funciona como um balde de água fria - arruína qualquer conquista!

E, mesmo que se sintam um pouco "tímidos", deixem por favor um comentário "anónimo". Só com as vossas opiniões podemos fazer uma lista engraçada!!


As minhas opiniões já vocês conhecem:

  • Aquilo a que não resisto: Mãos. Umas mãos bonitas deixam-me completamente fora de mim. fazem-me viajar (já o disse aqui tantas vezes!)
  • Aquilo que não suporto: erros de português. Homens que não sabem falar e escrever tiram-me do sério. É um verdadeiro bilhete de ida sem volta!

Agora, fico à espera das vossas...

Ah, e música? Aqui fica uma recente de que gosto bastante: Colbie Caillat - Something Special.


sábado, 25 de outubro de 2008

Lord, I miss you!

Rolling Stones. A escolha não é, de todo, aleatória...
É, sem dúvida, uma grande música. E, embora nem eu saiba explicar porquê, é (mais) uma grande verdade!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Outra grande verdade...

"Odeio quem me rouba a solidão sem, em troca, me oferecer verdadeira companhia." (Nietzsche)

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Pior que uma decisão errada.... é decisão nenhuma!

Grande verdade esta!

Surgiu no meio de uma conversa esta tarde, com um amigo, em tom de conselho. Ficou às voltas na minha cabeça. Ele tem razão. Como tem!

Ás vezes, hesitamos em tomar decisões, assolados por um mar de incertezas. Somos, quase sempre, resistentes à mudança, à novidade, à diferença. Não nos deixamos levar pelos nossos ímpetos simplesmente porque temos medo.

Levantamos barreiras à nossa volta e adiamos a nossa felicidade, na esperança de que todos os nossos medos desapareçam. Nunca nos atiramos de cabeça, com medo da queda!

Na maioria das vezes, saímos a perder.

Porque, afinal, "pior que uma decisão errada... é decisão nenhuma!"

********************

Quanto a música, e como estou apaixonada pelo CD de Tributo a Carlos Paião, que acabei de comprar, aqui fica mais uma que não mencionei ontem: Cegonha.

Não deixem de ouvir. Também já não me lembrava desta música, e está fantástica num registo de fado!

Cegonha - Filipa Cardoso & Fábia Rebordão

sábado, 18 de outubro de 2008

O Tributo a Carlos Paião

Comecei pelo princípio. E fui seguindo, lentamente, demorando-me em cada canção deste album. Fui descobrindo novas emoções, em músicas tão antigas.

Primeiro, "Cinderela" - uma cancão que, nem sei explicar porquê, até há bem pouco tempo me emocionava, sempre que a ouvia. Desta vez na voz de Rui Veloso. Fantástica!

Depois, Tiago Bettencourt. E o inesquecível "Pó de Arroz" ganha contornos completamente novos.

Mais uma surpresa: "Vinho do Porto", por Donna Maria. Arrepiante, diferente... uma mistura de estilos. Um arranjo brilhante!

Mas, surpreendeu-me verdadeiramente, esta canção! Os Per7ume, entregam a magia da sua interpretação a "Versos de Amor".

É uma canção simplesmente liiiiinda!... E há tanto, tanto tempo que não a ouvia. E delicia-me esta nova versão... Não me canso de a ouvir, de repetir vezes sem conta.... e de me deixar levar pelas emoções e pelos sonhos destes Versos de Amor.

Versos de Amor - Per7ume

terça-feira, 14 de outubro de 2008

É apenas uma canção

... Mas é Clã.... e diz tudo!!!



Ontem à noite pus-me a reflectir
Nas coisas da vida, em vez de dormir
Tive um quebranto, fiquei surdo e mudo
Tolhido de espanto, mas percebi tudo

O mundo era meu, sentia-me um rei
O tempo era extenso e eu ditava a lei.
Bastou dar um passo e crescer em frente,
Perdi toda a graça quase de repente.

Não fosse um sentido de humor apurado,
Que me faz viver um sonho acordado
Não via tão claro o sentido da vida,
E tudo seria bem mais complicado!

Eu era feliz, tinha os meus brinquedos
O anjo da guarda tirava-me os medos.
Descobri o amor, vi nele o paraíso...
Mas para ser expulso às vezes pouco é preciso

Podia ter tudo, do bom e do caro
Que nada acodia ao meu desamparo!
Sou a alma do mundo mais bem informada,
Quanto mais me informo, mais sei que sei nada!

Não fosse um sentido de humor apurado,
Que me faz viver a sonhar acordado
Não via tão claro o significado,
E tudo seria bem mais complicado !

domingo, 12 de outubro de 2008

Há coisas que nunca mudam....


... Como as noites do PLATEAU! Sempre magnificamente iguais!!!

Aqui fica a música que, lá pelas cinco da manhã, levava a malta ao rubro: Summer of '69

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Life sucks

Eu sou uma pessoa feliz, realizada... Basicamente, tenho (quase) tudo o que desejei: um emprego que adoro, colegas fantásticos, uma família maravilhosa, uma filha que é o máximo. O dinheirinho, mal ou bem, vai-me permitindo uma vida confortável. E amigos, tenho poucos... mas são tão bons!

Mas, às vezes, dou por mim a sentir-me terrivelmente sozinha. Olho à minha volta. Toda a gente tem uma vida, menos eu.

Todos têm as suas próprias famílias, as suas casas, os seus maridos/mulheres/namorados, os seus filhos... E eu sei que tenho um espaço de destaque nas suas vidas. Sei o que represento, e fico muito feliz por isso...

...Mas, e que vida tenho eu?

Todos os dias, saio do escritório com a imensa alegria de ir para casa ter com a minha Piolha, e viver com ela os momentos mais fantásticos que se podem viver neste mundo.

Mas depois são nove horas. A piolha vai para a cama dormir... e fico eu! Eu e o computador... e as tais "relações 2.0", que não preenchem o meu vazio.

E pior... amanhã é sexta feira e ela fica na escola... dou-lhe um beijo de bom fim-de-semana. Aí, mergulho outra vez nessa tal "solidão acompanhada"...

Life sucks!

Pois é... o que me vale é que tenho destas coisas poucas vezes!!!

E agora, uma música para "levantar o astral"...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Sunshine Raggae

Hoje não acordei nos meus dias.... e não fui a única! ;-)

É que não consigo deixar o Verão ir-se embora!

Adoro o Sol!
Faz-me falta acordar, abrir a janela e deixá-lo invadir a minha casa. Adoro ver o sol reflectido na água, na foz do nosso rio. Pela manhã, percorrer a marginal, e ver o azul do céu confurdir-se com o do mar... Baixar o vidro do carro, e sentir um dia a começar, cheio de vida e alegria!

Sinto sempre a falta de cada raio de sol que me entra pela janela do escritório, enquanto trabalho.

E hoje acordei com um céu cinzento e carregado. E fiquei como ele. Cinzenta.

Ainda bem que o sol voltou!.... Esta tarde reparei (reparámos) que basta um raio de sol para nos sentirmos muito melhor!...

E que, além do sol, há muitas outras coisas que me fazem sentir bem!!!


Give me, give me,
Give me just a little smile
That's all I ask from you




domingo, 5 de outubro de 2008

Piolhita

Porque será que não pára nada no estômago da piolhita?

Hoje, acordou assim. Mal disposta, "molinha". E assim tem estado o dia todo... E não há cházinho ou torraditas que se fiquem por lá.

Eu fico com o coração pequenino, quando a vejo assim. Mas estou cá, para lhe segurar na mão... que não posso fazer muito mais.

Não sei porque está assim. São coisas de miúdos... é dar miminhos e esperar que passe!

Amanhã é outro dia. De certeza estará como nova!

************

Hoje, escialmente para a piolhita, aqui ficam pedacinhos do último filme que fomos ver ao cinema - Wall-E. Uma história de amor, tão doce!... E a fantástica música de Louis Armstrong - LA VIE EN ROSE.

sábado, 4 de outubro de 2008

Grande Malha...

Foo Fighters... é sempre bom de se ouvir. Eu, pelo menos, nunca me canso!

Gosto de quase todas, mas hoje escolhi The Best of You...

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O "Desconhecido"

Foi sendo construída "aqui dentro" uma imagem.

É feita de palavras, momentos. Da procura, da curiosidade, da imaginação... É o "Desconhecido"...

Existem os porquês, existe a expectativa... existe até medo e insegurança.


Existe a incontrolável vontade de dar um passo em frente e descobrir mais!... Porque sinto que é real essa imagem que construí!

Vou saber?... Talvez... FINALLY.

Finally - Fergie


P.S.:
- Beijos especiais à Mary, que me apresentou esta música. É Linda!
- Beijos também especiais........ "desconhecido"! ;-)