quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Porque eu acredito!...

Há amores assim...
Que nunca têm início,
Muito menos têm fim.
Na esquina de uma rua,
Ou num banco de jardim,
Quando menos esperamos...
Há amores assim!

Não demores tanto assim...
Enquanto espero o céu azul,
Cai a chuva sobre mim.
Não me importo com mais nada,
Se és o direito ou o avesso,
Se tu fores o meu final,
Eu serei o teu começo!

Não vou ganhar,
Nem perder,
Nem me lamentar.
Estou pronta a saltar
De cabeça contra o mar.

Je t’aime, je t’adore!
Um amor nunca se escolhe,
Mas sei que vais reparar em mim...
Yo te quiero tanto!
E converso com o meu santo,
Rezo, e até peço em latim.

Há amores assim...
Que nunca têm início,
Muito menos têm fim.
Na esquina de uma rua,
Ou num banco de jardim.
Quando menos esperamos,
Há amores assim!

Não vou medir,
Nem julgar.
Eu quero arriscar.
Tenho encontro marcado
Sem tempo nem lugar.




Num dos posts iniciais deste Blogue, incluí uma das minhas músicas Portuguesas preferida. "Quase Perfeito" foi a primeira música que conheci de Donna Maria. Para mim, uma música muito especial.

Agora incluo "Há amores assim". Porque eu acredito!...

Sem comentários: