domingo, 24 de agosto de 2008

Viagem no tempo

Ontem fiz um daqueles programas de sábado à noite que me trouxe recordações muito agradáveis, e que me transportou para duas épocas distintas da minha vida.

A primeira viagem no tempo foi feita com o concerto dos Xutos & Pontapés, incluído nas Festas do Mar, em Cascais. Fez-me viajar até aos meus 15 ou 16 anos, altura em que era fã incondicional dos Xutos. O facto é que, ainda hoje, sei de cor quase todas as letras. E continuo a achá-los mesmo muito bons! Só que, agora, já não chego muito mais cedo para ficar na primeira fila. Já não passo a noite inteira aos saltos hipnotizada a olhar para o Tim. Já não me visto a rigor com uma t-shirt preta, jeans (a estes eu mantenho-me fiel), ténis-bota e o lenço dos “Porfírios” (lembram-se?!). Mas quando ouço os Xutos continuo a sentir toda aquela adrenalina. Toda a emoção dos Xutos dos meus 15 anos!

Desta vez sentámo-nos no areal da praia. Mais longe, mas mais calmo. Ouvia-se bem a música – talvez até se ouvisse melhor do que no meio da multidão junto ao palco – e pudemos apreciar calmamente o jogo de luzes, efeitos de fumo, ambiente e afins.

Depois do concerto, a segunda viagem no tempo!

Resolvemos ir comer - sim que depois dos concertos aparece sempre um “ratinho”. Ora, estávamos na Baía de Cascais, com uma verdadeira confusão de carros para sair, e que não fazíamos questão de enfrentar naquele momento. Onde vamos? A pé? Ao Jardim da Cerveja.

Já não ia lá há mais de dez anos! Mas está igual. Exactamente igual. A esplanada sofreu algumas modernizações, mas no interior é o mesmo ambiente. A música é mais actual, os plasmas passavam os combates de boxe das olimpíadas, mas em tudo o resto aquele lugar é igual! E acreditem que o hambúrguer me soube “p’la vida”!!!

E por todos estes motivos, deixo-vos aqui uma das minhas músicas preferidas dos Xutos. Pode não ser a mais tocada, ou a mais conhecida. Mas, para mim, representa tanto!

Teimosia - Xutos e Pontapes

Sem comentários: