quarta-feira, 23 de julho de 2008

... O que importa é partir, não é chegar.

Este foi um fim de tarde fantástico: uma reunião de amigos, os meus irmãos, e alguns conhecidos. Boas gargalhadas, muita conversa animada.

É bom fazer esta viagem que é a vida, tendo a certeza que teremos sempre um porto seguro, de onde poderemos todos os dias partir para a aventura.

E eu sei o que me impele a cada dia: sei que adoro viver, e fazer de tudo para ser Feliz!

Hoje, deixo-vos um poema do Miguel Torga sobre isso mesmo: a aventura da vida.

Viagem.

Aparelhei o barco da ilusão
E reforcei a fé de marinheiro.
Era longe o meu sonho, e traiçoeiro
O mar...
(Só nos é concedida
Esta vida
Que temos;
E é nela que é preciso
Procurar
O velho
paraíso
Que perdemos).
Prestes, larguei a vela
E disse adeus ao
cais, à paz tolhida.
Desmedida,
A revolta imensidão
Transforma dia a
dia a embarcação
Numa errante e alada sepultura...
Mas corto as ondas
sem desanimar.
Em qualquer aventura,
O que importa é partir, não é chegar.

(Miguel Torga)

E, sem que tenha nada a ver, mas porque se trata de uma música que adoro, aqui fica Gold, de Prince. Porque a vida é uma viagem, mas temos de estar atentos... Porque nem tudo o que luz é ouro!!!

Gold - Prince

Sem comentários: