domingo, 20 de julho de 2008

Luz Vaga

Hoje dedico estas linhas à minha "Alma Gémea".

Sim, pode parecer estranho, mas para mim a Alma Gémea não tem forçosamente de ser do género masculino e num contexto homem/mulher. Para mim, a Alma Gémea é aquela pessoa que nos complementa.

E a "D. Rosa" (para todos a Sof) é a minha Alma Gémea. Entende-mo-nos como ninguém, complementamo-nos. Não precisamos falar para comunicar. Não nos julgamos, e ainda assim somos tão diferentes. É quase telepatia... e acompanhamo-nos pela vida fora desde sempre, e tenho a certeza que para sempre. Nos bons e nos maus momentos. Partilhamos a vida e respeitamos o espaço uma da outra.

Bom, há bocadito, estávamos aqui em casa as duas a "aparvalhar" e lembrá-mo-nos desta música que ambas gostamos...

Por isso, aqui fica a "nossa escolha" - MESA, Luz Vaga - acompanhada de um conselho:

Desliga-te de preconceitos e deixa o rio correr... vive ao máximo cada minuto, como se não houvesse amanhã, e arrepende-te apenas do que deixas por fazer!




... Sei lá! Parei de olhar,
tenho uma corda acesa, prestes a queimar
Não és capaz de me levar a sério...

Sem comentários: