quarta-feira, 7 de maio de 2008

Divagações (e ditados populares)

Gosto de ditados populares. Na maior parte dos casos, são frases carregadas de sabedoria, e que encerram de forma simples mensagens de grande valor.

Posso referir um vulgar, mas que nem por isso deixa de ser pertinente: "O maior cego é aquele que não quer ver!"

Olhem que é muito profundo. E, se para mim está mais do que comprovado pelas minhas vivências recentes, também é verdade que existe o reverso da medalha... Por vezes também vemos coisas onde elas não existem. É o chamado "efeito miragem" - pensamos tanto na água que a vemos no meio do deserto, onde nada está!

Por outro lado, segundo algumas teorias da auto-ajuda e de estudo da mente, esse "efeito miragem" pode muito bem ser desenvolvido como técnica.... e salta novamente o ditado: Querer é poder!!!

Segundo algumas correntes, se quisermos muito uma coisa e conseguirmos projectá-la na nossa vivência como uma realidade, mais tarde ou mais cedo irá tornar-se uma realidade. Fácil, não?

Não. Tem os seus quês... se fosse assim tão linear, estaríamos todos milionários, a viver um grande e correspondido amor, e com um trabalho estimulante e altamente remunerado".

É claro que isso do poder da mente tem muito que se lhe diga.

Sim, para conseguirmos atingir os nossos objectivos na vida, é necessário querer com todas as nossas forças e ser persistente na luta - e vai mais um provérbio: Água mole em pedra dura...

Mas é sempre bom evitar as miragens... não existem. Ponto.

Temos de aprender a gerir muito bem as nossas emoções: conseguir o ânimo para perseguir o que queremos conquistar, tendo a consciência de que, às vezes, não nos devemos iludir com miragens.

Acima de tudo... temos de estar bem connosco para lidar com este turbilhão de emoções!

E eu, posso estar a ter a Miragem (ou talvez a ver o Oásis)... mas hei-de chegar à conquista!!!

Sem comentários: