sábado, 31 de maio de 2008

As feromonas...

Aquela quimica inicial entre duas pessoas é uma coisa muito simples: ou há, ou não há!

A faísca pode dar-se a partir do nada. Pode dar-se assim, sem mais nem menos, e teimar em persistir, mesmo quando não queremos.

Estou mesmo convencida de que é uma reacção quimica – são as feromonas – e por mais que tentemos, não conseguimos arranjar explicação... É uma sensação verdadeiramente inexplicável!

Faz-nos sentir ansiosos. Dá-nos um misto de prazer, adrenalina, tensão, desejo... aquele frio na barriga, aquela vontade de estar junto, de tocar, de... sei lá!

É não conseguir parar de pensar nele...

... Malditas feromonas!

E quando elas (as feromonas) não estão lá... não há nada a fazer!

... Pode até ser muito bom, muito interessante, muito divertido... mas, se nos distraímos, lá está outra vez a nossa chama a ser alimentada pela tal faísca... a outra! A real! A que me consome!

Ando a tentar fugir dessa!

E é por isso que, de há uns dias a esta parte, ando a atirar lenha para outra fogueira! Muita lenha mesmo!!! Vou alimentar uma “fagulha” - que existe, mas é apenas uma fagulha.

E poderá vir a crescer? Talvez... Bem pode um dia vir a ser um verdadeiro fogo!... We never know!...

Como diz o Bruce Springsteen, “You can't start a fire without a spark"

2 comentários:

Dit@ disse...

Mulher... tás mesmo com as Feromonas aos "saltos"... 2 erros no texto ?!?! nem parece teu!!! Mas um elogio faz-nos sempre bem não é?
Enche-nos o ego e faz-nos voar.......... Eu tenho a mania de voar e de corar... Pode ser que os 30 me façam deixar de corar!!! lollolololol

Teresa Santos disse...

É verdade... era das feromonas ;)
Mas já corrigi... destesto erros de português (mas estes eram mais de dactilografia do que de português!!!)
Os elogios fazem-nos realmente muito bem, mas na hora da verdade ou a "feromona" está lá, ou...
Bjs