segunda-feira, 17 de março de 2008

Quando ficamos presos a um momento.

Por vezes, ficamos presos a um momento... ou a alguém. Por vezes é preciso aprender a libertarmo-nos, para podermos ver todo o caminho que se abre à nossa frente.

Mas essa libertação é difícil. E, quando achamos que estávamos a soltar-nos, algo nos mostra que ainda temos algumas pontas presas lá atrás. Temos de aprender a lidar com essas pontas. Ir desatando os nós, para nos soltarmos, devagarinho.

Comigo é assim... vou-me soltando, aos poucos dos vários momentos a que estou presa. São os recortes de uma vida inteira que me prendem. Às vezes não me quero soltar... às vezes desejo que todos os momentos se apaguem depressa da minha memória.

O certo é que aos poucos, com uma ajuda daqui, outra dali, vou avançando e libertando-me desse(s) momento(s)...

Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y

Hoje, enquanto atravessava o átrio do escritório em que trabalho, o rádio tocava uma grande música, dos grandes U2... E, uma vez mais, a música falava por mim!

Obrigada a todos os que me têm dado um ombro, uma palavra, que me ouvem!...
... e também obrigada a quem me tem feito abrir os meus horizontes e querer viver coisas novas!

Para vocês, aqui fica a música deste meu dia!

U2 - STUCK IN A MOMENT

I'm not afraid
Of anything in this world
There's nothing you can throw at me
That I haven't already heard

I'm just trying to find
A decent melody
A song that I can sing
In my own company

I never thought you were a fool
But darling, look at you. Ooh.
You gotta stand up straight, carry your own weight
'Cause tears are going nowhere, baby.

You've got to get yourself together
You've got stuck in a moment
And now you can't get out of it
Don't say that later will be better
Now you're stuck in a moment
And you can't get out of it!
...



Sem comentários: