segunda-feira, 31 de março de 2008

Nostalgia... com uma música que saíu hoje???

Realmente... ando numa onda de música Portuguesa... é que "o que é nacional é bom"!... OK, nem tudo, mas há muita música boa em Portugal!

Como sempre, ouvi esta música hoje e fiquei com ela dentro de mim :)

Rádio Macau - Cantiga de Amor. Este é o primeiro single do novíssimo album "08" - que, aliás, saíu para as lojas hoje - não podia ser mais fresquinho!

E é engraçado como esta banda me torna nostálgica... Lembro-me de cantar "O Elevador da Glória" ou "O Anzol", em mil novecentos e oitenta e tal... parece que foi ontem. E ainda sinto os cheiros, o turbilhão de emoções, as loucuras daqueles dias. Posso rever nas minhas memórias todos os amigos que não vejo há décadas (literalmente) e todos os grandes amores que vivi - e que nem eram nem tão grandes nem tanto "amores"!

Aqui fica então uma Cantiga de Amor... não pelo amor em si, mas pelo que pode vir a ser!!!


sábado, 29 de março de 2008

Fazes muito mais do que o Sol!

É engraçado, porque quando hoje entrei no YouTube, estava à procura de um outro vídeo.

Tinha acabado de ouvir na rádio uma música do Tiago Bettencourt - "O Jogo" - que é parte do seu album com os Mantha. Gosto particularmente dessa música, assim como sou grande fã do Tiago Bettencourt. Acho que ele é um grande intérprete, seja com Toranja, Mantha ou mesmo sozinho. Essa música fez em mim o primeiro click do dia.

No entanto, acabei por escolher uma outra música do Tiago. CANÇÃO SIMPLES... encontrei este vídeo por acaso, e deu-se o segundo click do dia!!!

Porquê? Porque logo que vi este video e ouvi esta música tive vontade de fazer esta dedicatória.

Porque me faz lembrar o grande amor da minha vida. O único amor que tenho a certeza que será eterno e que, para mim, faz muito mais do que o sol!!!!

A minha Martolas!... grande companhia, amor incondicional, fonte de inspiração, regeneradora da minha força interior!

Martolas, a mamã ama-te muito!!!!!

quinta-feira, 27 de março de 2008

Bubbly: a paixão, como uma adolescente!

A música que escolhi hoje faz-me sentir tão leve!...

Trata-se de uma canção que descreve a paixão, de uma forma mágica, feliz, alegremente infantil!

Tem uma letra muitíssimo engraçada, e que me prende pela simplicidade com que descreve sentimentos... Faz-me lembrar aquele friozinho que se sente na barriga quando nos apaixonamos. Todo "nervoso miudinho", um sorriso permanente que não conseguimos evitar... é quando não deixamos de pensar na outra pessoa durante 24 horas... quando tudo nos faz lembrar dele - até mesmo quando não tem nada a ver :-)))))))

E essa sensação de leveza, faz-nos sentir como adolescentes, seja em que idade for... ai que saudades dessa sensação!!!




BUBLLY - COLBIE CAILLAT

I've been awake for a while now
You got me feelin like a child now
'Cause every time I see your bubbly face
I get the tinglies in a silly place

It starts in my toes
And I crinkle my nose
Wherever it goes
I always know
That you make me smile
Please stay for a while now
Just take your time
Wherever you go

The rain is falling on my window pane
But we are hiding in a safer place
Under covers staying dry and warm
You give me feelings that I adore

What am I gonna say
When you make me feel this way
I just mmmmm

And it starts in my toes
Makes me crinkle my nose
Wherever it goes
I always know
That you make me smile
Please stay for a while now
Just take your time
Wherever you go

I've been asleep for a while now
You tuck me in just like a child now
'Cause every time you hold me in your arms
I'm comfortable enough to feel your warmth

And it starts in my soul
And I lose all control
When you kiss my nose
The feelin' shows
'cause you make me smile baby
Just take your time now
Holdin' me tight

Wherever wherever wherever you go
Wherever wherever wherever you go

Wherever you go
I always know
'Cause you make me smile
Even just for a while

quarta-feira, 26 de março de 2008

Rir...

Uma das características que mais aprecio numa pessoa é o sentido de humor.

Adoro rir. Rir-me das situações, rir-me de mim... Rir-me só por que sim! Como diz a sabedoria popular, “as tristezas não pagam dívidas”.

Mas o que mais gosto, mesmo, é um sentido de humor apurado, inteligente e oportuno. Um sentido de humor que se aplique nos detalhes, que pegue nos pormenores da nossa vida “sem sal”, e faça deles momentos de descontracção. Esse é o sentido de humor que me cativa, que me dá prazer.

E gosto de me rodear de pessoas bem dispostas, optimistas e positivas, e que apreciem o verdadeiro prazer da vida: estar vivo!...

Ultimamente, tenho conhecido pessoas com um sentido de humor invejável, e tenho descoberto o lado risonho de muita gente que me tem surpreendido e cativado com uma boa gargalhada.

É por isso que hoje não vos deixo uma música.

Deixo-vos um vídeo que "alegrou" hoje a minha inbox, e que me foi enviado por uma grande amiga, que tem um grande sentido de humor!

Beijokas!

Obrigada... e "expressem-se", please!!!!

Obrigada, meu amigos, por todas as visitas ao meu Blog... tem sido bastante divertido construi-lo!

Confesso que este Blog tem sido para mim mais ou menos como uma “terapia ocupacional”. Ajuda-me a desabafar e a “levantar o astral”, nestes tempos mais difíceis por que tem passado a minha vida.

Agora..., também tenho de confessar que, se por um lado estou muito contente com o número de visitas que já recebi em duas semanas, por outro estou muito triste com os comentários que (não) me têm deixado... zero, nikles, niente...

Tenho muita pena de ter um grupo de amigos tímidos e que não me quer deixar palavras de incentivo – ok, também me podem xingar, fazer pedidos, ou apenas deixar um rol de baboseiras... sei lá!

Era agradável... era sim senhor!

Até lá, até me deixarem algumas palavritas amigas, aqui fica mais uma música dos Gloriosos Anos 80!... a minha “louca” geração!...

Não é que goste por aí além desta música, mas ouvi-a na rádio há pouco e acho que a letra é muito engraçada.

E, em jeito de brincadeira, deixo-vos uma árdua tarefa: Find my Love!...

"…Somewhere out there,
there must be a boy for this girl
Could be anywhere,

could be next door,
or the other side of the world.

Call up my radio, give them my number
tell them to put it out on the air.
There must be someone,
there must be someone like me
sitting lonely as a boat out there.

Oh, on nights like these
I feel like falling to my knees
I feel like calling: Heaven please

Find my love
Oh find my love..."



.

segunda-feira, 24 de março de 2008

You're so far away...

Hoje é… um clássico!

No comments!

You're so far away from me
So far I just can't see
So far away from me
You're so far away from me

sexta-feira, 21 de março de 2008

Também eu... também eu!

Andava eu a arrumar CDs e algumas tralhas que tinha espalhadas, quando encontrei uma música que marcou a minha vida.

Lembro-me perfeitamente quando a ouvi pela primeira vez: devia ter 13 anos. Sim, achei uma música bonita... talvez um nadinha “lamechas”.

Depois, quando tinha 15 ou 16 anos – uma época marcadamente romântica e cheia de amores e desamores para qualquer adolescente – adorava a música!...

Não que percebesse a sua mensagem, até porque nessa altura o meu inglês andava muito longe (muito mesmo) do que é hoje, mas apenas porque era romântica...

...E, principalmente, porque naquela altura se dançavam “slows” nas matinés do Lido e do Loucuras...

E é até esse tempo que esta música me transporta!... Eu e as minhas amigas inseparáveis (duas delas, a Sofia e a Patrícia, continuam a ser as minhas grandes amigas) vivemos grandes peripécias nas benditas matinés!!! Eram vivências intensas. Cada namorico, cada “curte”... Foram tempos realmente fantásticos!

PAULO GONZO

You say you need somebody in your life
So do I, so do I
You say you wake up crying every night
So do I, so do I
To lose somebody you build your world upon
Tears you apart with every dawn
Now you feel you want to love again
So do I so do I
You say you find it hard now to pretend
So do I, so do I
And though you want it being more than friends
So do I, so do I
Love don´t come easy, believe me, I should know
I've loved and lost someone before
But if you believe in me
The way that I believe in you
Woman, nothing's gonna stop us
Till we make our dreams come true
I know that you really wanna try
So do I, so do I

You may say I´m dreamingBT
But should the dreams come true
Now that I´ve found someone like you

You say you've got a feeling, real love
So do I, so do I,
So do I, so do I
So do I

(Não é o melhor vídeo, é certo... mas a música é que conta!!!)



quarta-feira, 19 de março de 2008

Hoje é um dia especial?

Se calhar até é... ou já foi. Mas não quero falar sobre isso!...

O facto é que hoje foi mais um dia especial!... Os dias devem ser especiais sempre que quisermos fazer deles isso mesmo: dias especiais.

Podem ser especiais por motivos só nossos... ou até sem motivo nenhum :)

Hoje, só por ser um dia especial, aqui fica uma música muito especial...

...Sabe bem, ter-te por perto ;)

(Perfeito)




terça-feira, 18 de março de 2008

Do Brasil... com Amor (e sexo, segundo a Rita Lee)

Gosto especialmente de música Brasileira... e há várias razões para isso:

- Porque cresci ao som do Chico Buarque e da Ópera do Malandro, que tanto me recorda a minha mãe e me aviva as saudades que tenho dela;

- Porque a qualidade da música brasileira é imensa - veja-se, para além do Chico, a obra de grandes nomes como Simone, Maria Bethania, Alcione, Gal Costa, Caetano, Rita Lee e tantos outros;

- Porque o Brasil foi o destino mais fantástico que já conheci, e abriu-me o apetite por conhecê-lo melhor - não fossem as horas infindáveis de avião :(

- Finalmente, porque gosto de tudo o que vem do Brasil: a começar na Caipirinha, passando pela Picanha ou pela Muqueca... do Samba à Capoeira... até às Pessoas!...

Por isso, lebrei-me de escrever estas palavras de merecida homenagem à Música Brasileira, ao ouvir hoje bem cedo uma música que considero o máximo: Amor e Sexo, da Rita Lee - um fantástico poema, feito das mais inteligentes analogias e que desperta em nós um lado muito sensual...

Posto isto, nem preciso deixar-vos a letra...

segunda-feira, 17 de março de 2008

Quando ficamos presos a um momento.

Por vezes, ficamos presos a um momento... ou a alguém. Por vezes é preciso aprender a libertarmo-nos, para podermos ver todo o caminho que se abre à nossa frente.

Mas essa libertação é difícil. E, quando achamos que estávamos a soltar-nos, algo nos mostra que ainda temos algumas pontas presas lá atrás. Temos de aprender a lidar com essas pontas. Ir desatando os nós, para nos soltarmos, devagarinho.

Comigo é assim... vou-me soltando, aos poucos dos vários momentos a que estou presa. São os recortes de uma vida inteira que me prendem. Às vezes não me quero soltar... às vezes desejo que todos os momentos se apaguem depressa da minha memória.

O certo é que aos poucos, com uma ajuda daqui, outra dali, vou avançando e libertando-me desse(s) momento(s)...

Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y

Hoje, enquanto atravessava o átrio do escritório em que trabalho, o rádio tocava uma grande música, dos grandes U2... E, uma vez mais, a música falava por mim!

Obrigada a todos os que me têm dado um ombro, uma palavra, que me ouvem!...
... e também obrigada a quem me tem feito abrir os meus horizontes e querer viver coisas novas!

Para vocês, aqui fica a música deste meu dia!

U2 - STUCK IN A MOMENT

I'm not afraid
Of anything in this world
There's nothing you can throw at me
That I haven't already heard

I'm just trying to find
A decent melody
A song that I can sing
In my own company

I never thought you were a fool
But darling, look at you. Ooh.
You gotta stand up straight, carry your own weight
'Cause tears are going nowhere, baby.

You've got to get yourself together
You've got stuck in a moment
And now you can't get out of it
Don't say that later will be better
Now you're stuck in a moment
And you can't get out of it!
...



sábado, 15 de março de 2008

O Primeiro...

A música acompanha-me sempre. No carro, no trabalho, em casa.

Através da música se expressam sentimentos, estados de espírito, desabafos.

Transporta-nos a lugares remotos, aviva-nos memórias ou apenas nos faz sentir vivos!... Recorda-nos pessoas, momentos.

Enfim. A música fala por nós!


Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y Y

Para começar, como não podia deixar de ser para quem já ultrapassou a barreira dos 30, o destaque vai para uma música dos Gloriosos Anos 80!

I've been thinking about you, dos Londonbeat.

E porque se deu o clique?... Porque hoje vinha a ouvi-la no carro:
 I've been thinking about you!"

Aqui fica um pedacinho da letra, e o vídeo.
"We must have been crazy
when we thought we were just friends,
'Cause I miss you, baby,
And I've got those feelings again.
I guess
I'm all confused about you,
I feel so in love
Oh, baby, what can I do?
I've been thinking about you.
I've been thinking about you
I've been thinking about you
I've been thinking about you, shi-pow-pow!"